sábado, 8 de julho de 2017

Temas e Variações

Todos os dias temos muito que aprender e também podemos muito transmitir de nossa vivência.
O encontro com as pessoas são sempre uma rica experiência recíproca que favorece o nosso crescimento.
Por isso, sempre que puder podemos partilhar da convivência com as pessoas, com a natureza. Isso nos fará mais aptos para a convivência com Deus.



            Há infinitas e variadas maneiras de se entender quando o assunto é vida, conhecimento, sabedoria, ser humano, Deus, mundo, existência, passado, presente, futuro. Entre conhecimentos filosóficos, científicos, teológicos, simbólicos o mesmo tema pode ter múltiplas explicações, diversas compreensões e ao mesmo tempo favorecer que o assunto não se esgote.
        Um tema com suas variações ajuda a ver a mesma realidade sob ângulos diversos. Veja, por exemplo, o sentido de Palavra. O poeta Carlos Drummond de Andrade expressou: “Chega mais perto e contempla as palavras. Cada uma tem mil faces secretas sob a face neutra e te pergunta, sem interesse pela resposta, pobre ou terrível, que lhe deres: Trouxeste a chave?"
      Decifrar uma palavra é  decifrar o universo. E decifrar o universo é ser capaz de ampliar a visão da vida e dar uma própria contribuição para a compreensão do mundo. Palavra é um meio de expressão de comunicação de idéias, sentimentos, impressões. Palavras expressam o que somos, como pensamos, o que sentimos, o que buscamos, o que tememos, o que acreditamos. Através das palavras nos comunicamos. Mas nossa comunicação vai além das palavras. Elas vêm associadas a outros elementos como o gesto, a atitude, a postura, a intensidade e a tonalidade da voz, a velocidade, a altura, além de outros elementos não falados mas expressos que reforçam nossas palavras ou as contradizem.

        Quando a palavra é dita podemos sentir melhor a emoção da pessoa que fala. Mas quando ela é escrita muito do que entendemos depende de nosso próprio estado de espírito, de como interpretamos, de nossa cultura, de nossa visão da vida. A vida é traduzida em palavras. Todas as palavras que usamos nasceram na tentativa de significar, de expressar algo mais profundo e amplo. E muitas palavras, ao serem pronunciadas ou lidas acabam mudando de significado de acordo com o contexto pessoal, social e cultural pois, palavras são dinâmicas, o sentido delas variam no contexto, no emissor, no receptor seja ele uma pessoa seja ele um grupo, uma comunidade, uma instituição.
       No mundo das palavras, o mundo das idéias, dos sentimentos, dos desejos, dos sonhos, das esperanças, das experiências, do real e do imaginário, do passado e do presente, do futuro e do ausente. Nas palavras o sentido das palavras, do além palavras, de apesar das palavras. As palavras, porém,  não esgotam o sentido e não exprimem tudo. São limitadas e precisam de outras expressões que ampliem e completem o seu sentido. Daí é que usamos movimentos, comportamentos, gestos, atitudes, e transmitimos o que somos, pensamos e sentimos com os olhos, com a temperatura do corpo, com a cor da pele, com o tom da voz, com o suor, o odor, com todos as expressões do nosso corpo e de nossa maneira de nos comportarmos. Tudo isso são palavras sem palavras.
     Uma única palavra, um mundo. Nesse mundo outras palavras e expressões. Em cada nova descoberta novos horizontes e experiências e mais palavras para tentar decifrar o mistério que continua sempre oculto e ao mesmo tempo revelado.
José Alem

Temas e Variações

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Julho, paixão pela vida


  • Julho. Iniciamos o segundo semestre do ano.Novo tempo, novas oportunidades, novos desafios. Para ajudar a viver esse mês leia, medite e viva a Palavra de Vida na página ao lado. Ela contém a sabedoria do Espírito Santo para gerar em nós vida nova.

  • Veja também na página Diário espiritual textos, orações, pensamentos que ajudam a para viver com fé, renovada esperança, imenso amor cada dia desse tempo. Essas mensagens podem ser conservadas sempre... e sempre terão nova luz sobre nossas vidas.
  • Projeto Logos continua levando a muitas pessoas das mais variadas situações a Palavra que ilumina a vida. Palestras, cursos, encontros, estudos, retiros, exercícios e oficinas tem ajudado a crescer como pessoa e como cristão. Veja ao lado as informações e faça contato.




Paixão pela vida

Se vivemos, vivemos por Vós.
Obrigado pelo oxigênio
que nos mantém vivos.
E obrigado também
por aquele outro Espírito
que nos permite respirar vosso amor.
Abri nossos olhos,
dilatai nossa mente,
alargai nosso coração
para perceber a vida que brota,
desde a brisa sobre a erva
até o milagre da entrega.
Amém.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Final de junho



Estamos terminando o mês de junho. Um tempo que se foi e agora está na eternidade. Dele, como de todos os tempos vamos colher o que plantamos, o bem ou o mal.
Em Junho vivemos momentos belos na nossa celebração litúrgica: Corpus Christi - dia 15, e o Sagrado Coração de Jesus, dia 23. Também celebramos "o maior nascido de uma mulher" João Batista - o primeiro profeta da Nova Aliança.
A festa do Imaculado Coração de Maria que normalmente é celebrada no dia seguinte ao Sagrado Coração de Jesus, neste ano coincidiu com a solenidade de S. João Batista. Assim a festa do Coração de Maria foi transferida, em diferentes datas, mas em geral na segunda feira, dia 26.
Esses dois corações... são a nossa riqueza, o nosso tesouro, nosso refúgio, nossa escola de amor.

Depois de alguns meses de encontros semanais, encerramos ontem, dia 28 os Encontros marianos. Com a celebração da Eucaristia e uma confraternização louvamos ao Senhor pelo dom da vida e pelo dom da fé e por ter escolhido Maria, a cheia de graça, para a Mãe de Seu Filho, nosso Senhor, Salvador e Redentor.
Agradeço a presença de todos os que participaram dos encontros e com toda abertura de coração acolheram Maria com mais amor em suas vidas.
Agradecemos à comunidade da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora e especialmente ao seu pároco, Pe. Ademar, salesiano - pela fraterna acolhida e apoio.
Esperamos, oportunamente, novos espaços e projetos para que possamos aprofundar e crescer na fé, na esperança e no amor.

A solenidade de S. Pedro e de São Paulo - ícones da vida e missão da Igreja, que normalmente se celebra no dia 29 de julho, este ano, será celebrada liturgicamente no primeiro domingo de julho, dia 2 de julho. Nesse dia celebramos também o dia do papa. Oremos pelo nosso Pastor Francisco, pleno de amor a Deus e a Seu povo para que continue firme na sua santa missão.

Dicas e sugestões... da hora

  • Viva esse ano mariano nacional com intensidade e profundidade. Dedique momentos de seus dias a meditar a Palavra de Deus em seu coração, como Maria.
  • Ore a Deus com Maria recitando diariamente o santo terço - do rosário. É um meio de grande graça e crescimento na fé, na esperança, no amor.
  • Leia documentos da Igreja, livros, textos que falem de Maria e ajudem a compreender melhor a sua presença na sua vida e a estabelecer com Ela um relacionamento mais fiel e verdadeiro. Ela é nossa Mãe.
  • Você também pode deixar aqui suas dicas e sugestões para esse blog, para algum projeto de sua comunidade ou paróquia e eventos que possam ajudar pessoas e comunidades a viverem uma vida mais plena em Cristo.
  • Temos ainda disponíveis exemplares dos livros As mais belas preces a Maria e Novas formas de comunicação. Esses livros são uma homenagem a Maria e nos ajudam a orar a ela com a riqueza de tantas orações de nossos irmãos na fé e favorecem conhecer mais Maria através da oração. As formas de comunicação são um projeto que podem ajudar pessoas, instituições, grupos, comunidades, paróquias, entre outros a entender melhor o sentido da comunicação e como se comunicar melhor. Ambos os livros são também oportunidade para palestras, cursos, encontros, estudos. Quem os desejar faça contato e veremos a oportunidade de atendê-los.
  • Veja na página Mergulhos e voos o texto Unificação interior



É necessário que a nossa alma se recolha e se encontre com Deus.
Se não estiver fixa neste único centro, é como uma roda que corre desgovernada, batendo de um lado e de outro. Centrada em Deus, cada uma de suas ações adquire significado, cada uma de suas atitudes para com os homens e as coisas, situa-se num plano sobrenatural. Caso contrário, tudo se esvai e não se percebe mais o motivo da existência.
(Chiara Lubich).

sábado, 3 de junho de 2017

Junho de corações


Mês de Junho nós dedicamos de modo especial a dois corações, ao de Jesus e ao de Maria. O coração é o centro da pessoa, a expressão da sua identidade, da sua essência. Onde está o nosso tesouro está o nosso coração, assim afirma Jesus. Os coração de Jesus e de Maria expressam a revelação da pessoa de Jesus - seu coração sagrado é a manifestação de quem é Deus; o coração de Maria revela a essência do ser humano, imagem e semelhança de Deus, sem mancha, sem pecado, íntegra tal como Deus o fez.

Viver o Evangelho é ter um novo coração, semelhante aos de Jesus e Maria. Portanto, não se trata de mera devoção mas de uma imersão na essência do Evangelho, ser conduzidos pelo Espirito Santo que nos dá todos os Seus dons.

Vivamos este mês abrindo nossos corações aos de Jesus e Maria e seremos, cada dia, homens e mulheres novos no Amor.

A solenidade do Sagrado Coração de Jesus será no dia 23 de junho, sexta-feira, e a festa do Imaculado Coração de Maria será no dia seguinte, dia 24, sábado. Os dois corações unidos.

Descubra esse caminho de plenitude de vida... abra seu coração aos Corações divino e humano e experimentemos a alegria de viver e a coragem para sermos livres para amar.

Para viver bem este mês veja a Palavra de vida na página ao lado e acompanhe cada dia as mensagens do Diário espiritual que também tem sua página ao lado.

Agenda 

  • Encontros marianos: todas as quartas-feiras, das 14 às 16 horas no salão paroquial da paróquia Nossa Senhora Auxiliadora de Campinas, SP. Este será o último mes dessa série de encontros.
  • Celebrações eucarísticas: diariamente em comunidades diversas da cidade e região. Informe-se.
  • Solenidades e festas principais do mês:
  1. Pentecostes, dia 4, domingo. Encerramento do tempo pascal do ano.
  2. Santíssima Trindade, dia 11, domingo. 
  3. Corpo de Cristo: dia 15, quinta-feira.
  4. Sagrado Coração de Jesus, dia 23, sexta-feira.
  5. Imaculado Coração de Maria, dia 24, sábado.
  6. Natividade de São João Batista, dia 24, sábado.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Notícias e informações



O mês de maio, rico em sentido e possibilidades, nos enriqueceu com a graça do Ano mariano nacional. Muitas foram as oportunidades para crescer na graça de Cristo seguindo o exemplo de Maria.
  1. Cursilho de Cristandade (masculino)
  2. Encontros marianos em paróquias
  3. Encontros e retiros em santuários marianos
  4. Curso de espiritualidade mariana para leigos e consagrados
  5. Retiro para leigas consagradas
  6. Retiro mariano para casais
  7. Encontro de coordenadores
  8. Encontros de oração mariana - rosário e outras devoções
  9. Acolhida da imagem da Mãe Aparecida em comunidades, paróquias, santuários
  10. Noite mariana - espetáculo cultural com a arte mariana 

  • Estes são alguns dos momentos vividos com tantas pessoas: crianças, jovens, adultos, idosos que abriram seus corações para acolher o mistério da fé revelado por Deus em Maria para nos conduzir a Jesus.
  • O processo continua no ano mariano com novos e significativos momentos.     Louvado seja o Senhor que fez maravilhas no meio de nós.
Sejamos gratos a Maria pelo seu sim que abriu o céu para a terra e fez nascer Jesus, o Filho de Deus que assume a nossa condição humana para nos elevar à condição de filhos amados, salvos por amor.

Continua à disposição o livro As mais belas preces a Maria que tem sido instrumento de uma relação mais com nossa amada Mãe em Cristo e fonte de aprofundamento para conhecer aquela que o Senhor escolheu, cheia de graça, para nossa Mãe, Rainha. 

Maria


... Quem conseguirá tirar dos brasileiros a ideia de que Maria é a Rainha da sua terra?
E quem poderá negar aos portugueses que Maria é a Nossa Senhora de Fátima?
Ou quem não reconhece entre os franceses a bela pequena Senhora de Lourdes?
E aos poloneses a Nossa Senhora de Czestochowa?
E aos ingleses a sua terra ser “feudo de Maria”?
E quem poderá negar que Maria é a “castellana da Itália”?
Quantas vezes os povos na história refugiaram-se perto de uma fortaleza mariana, basílicas ou santuários, quase para proteger-se sob o manto da Mãe quando povos irmãos combatiam contra eles.
Todos os povos cristãos proclamaram-na sua Rainha, deles e de seus filhos...


... Maria, se sabe, é um monumento de caridade e de todas as outras virtudes. Isso é revelado na sua desolação e é cantado nas suas ladainhas: ela é puríssima, castíssima, amável, tão atenta à voz do Espírito Santo a ponto de ser “Mãe do bom conselho”; é prudentíssima, poderosa, clemente, fiel, “espelho de justiça”,  “sede de sabedoria”, “causa de alegria” para todos. Tão mortificada naquilo que é meramente terreno a ponto de ser “um vaso espiritual”; tão em recolhimento a ponto de ser definida “vaso de insigne devoção”; é forte como uma “torre de marfim” e assim por diante.
Pois bem, nós devemos viver em modo tal que se possa dizer alguma coisa parecida também das nossas pessoas...


Muitas vezes, a nossa religiosidade não é muito mariana ou o é superficialmente. Creio que isto é um erro.
Ia. Precisamos aprender a conversar com Ela, como se conversa com a mãe mais meiga, a nossa advogada mais eficiente e, portanto, dizer-lhe tudo o que sentimos e o que somos.
No meu entender, este pensamento revoluciona a nossa vida de cristãos.
Devemos habitar com Ela para saber como Jesus nos quer.

Chiara Lubich. Fundadora do Movimento dos Focolares, nasceu em Trento em 1920.



Encerramos o mês de maio celebrando a festa da visita de Maria a sua prima Isabel (Evangelho de Lucas 1, 39-56).

Visita de Maria a Isabel: O sentido divino da vida

Maria foi visitar Isabel para ajudá-la, mas quando a encontrou, Isabel estava pronta para receber os mistérios de Deus. Imediatamente Maria comunica-lhe estes mistérios e o resultado foi o Magnificat que ecoou em todas as nossas igrejas. Se observarmos cuidadosamente aquele cântico, vemos como Maria conta a sua experiência de Cristo já vivendo nela, dando um sentido ao passado, ao presente e ao futuro de sua vida.
     Dentro da comunidade, aqueles que escolhem Deus como o único ideal de suas vidas, sentem que devem começar por amar, afim de realizar a sua escolha, assim como Maria fez com Isabel, aproximando-se dos que estão sofrendo, oferecendo sua ajuda para compartilhar de suas alegrias e de suas dores. A abertura e o interesse pelo próximo estimula a aproximação e o diálogo. A esta altura, o cristão, assim como fez Maria, pode revelar o seu amor, manifestar também o seu íntimo. E Deus que vive com mais intensidade em seu coração ilumina-a interiormente fazendo com que ela perceba o desígnio de Deus sobre sua vida relacionando assim seu passado com o presente que está vivendo e projetando esta luz para o futuro. Por conseguinte, enquanto o cristão que vai para ajudar seu próximo faz uma descoberta, isto é, vê com os olhos da fé as maravilhas que Deus realiza em sua vida e na vida do outro.
     Mas quando Maria visitou Isabel, algo de muito forte também aconteceu: a presença de Jesus em Maria era tão forte que santificou o filho de Isabel que estava ainda em seu ventre. Esse acontecimento único e inefável também pode acontecer de algum modo em nossas vidas, ao menos parcialmente. Quando doamos ao nosso próximo não somente o nosso amor concreto mas também a experiência de nossa fé, quando damos o nosso testemunho de modo natural, humilde e sincero, isso pode realizar uma mudança em quem nos ouve: pode levar-lhe uma graça, uma luz, um toque de conversão, um novo encontro da pessoa com Jesus. Doar nossa experiência de vida cristã é algo mais do que contar uma história da nossa vida: é como o desabrochar de uma flor na árvore que é a Igreja.

Cantemos cada dia o hino que Maria entoou glorificando a Deus pelas maravilhas que ele fez para seu povo:

MAGNIFICAT



A minh’alma engrandece o Senhor,
exulta meu espírito em  Deus, meu Salvador!
Porque olhou para a humildade de sua serva,
doravante as gerações hão de chamar-me de bendita!
 
O Poderoso fez em mim maravilhas,
  e Santo é seu nome!
Seu amor para sempre se estende,
sobre aqueles que O temem!
 
Manifesta o poder de seu braço,
dispersa os soberbos;
derruba os poderosos de seus tronos
e eleva os humildes;
sacia de bens os famintos,
 despede os ricos sem nada.
 
Acolhe Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,
como havia prometido a nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos para sempre!
 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre
Amém!

A todos os nossos leitores, toda paz e todo bem em Cristo e que Maria seja sempre Sua mãe, sua mestra, seu modelo de vida no seguimento de Seu Filho, nosso Senhor e Salvador.